Wilson Simonal – Meu limão, meu limoeiro

Deu na Revista Bravo: “Revista BRAVO! | Maio/2009

O Ídolo Linchado

O filme Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei joga luz sobre um dos episódios mais cruéis da história brasileira. E responde à pergunta: afinal, o cantor era ou não informante da ditadura?

Por André Nigri

No dia 7 de setembro de 1971, o jornal carioca O Pasquim publicou um dos cartuns mais cruéis da história da imprensa brasileira. No desenho, vê-se a mão de um homem com o dedo indicador esticado, apontando para alguém. No texto que acompanha o cartum, lê-se: “Como todos sabem, o dedo de Simonal é hoje muito mais famoso do que sua voz. A propósito: Simonal foi um cantor brasileiro que fez muito sucesso no país ali pelo final da década de 60”. O desenho tem uma pitada de racismo, e o texto, um teor tragicamente profético. Racismo: a mão é negra. Profecia: de 1971 até sua morte, no ano 2000, o cantor Wilson Simonal viveu uma situação ímpar no show business brasileiro. Pelo “crime”, jamais provado, de que teria sido informante da ditadura (daí o dedo do delator desenhado pelo Pasquim), teve o pior castigo que um artista pode sofrer: o ostracismo. As gravadoras, a televisão e as casas de show lhe fecharam as portas. Com a carreira violentamente amputada, Simonal mergulhou na depressão e no alcoolismo. Isso depois de ele ter se consagrado como o maior artista pop de seu tempo, rivalizando com Roberto Carlos. Nos 29 anos em que o cantor sobreviveu à tragédia pessoal e artística, até sua obra foi esquecida. “Eu não existo na história da música popular brasileira”, costumava dizer à segunda mulher, Sandra Cerqueira. O nome Simonal deixou de evocar suas músicas. A menção a ele em rodas de conversa trazia sempre à tona uma pergunta infalível: afinal, ele delatou mesmo?

A melhor resposta já dada a essa questão está no documentário Simonal — Ninguém Sabe o Duro que Dei, dirigido por Claudio Manoel (um dos integrantes do humorístico Casseta & Planeta), Micael Langer e Calvito Leal, que estreia nos cinemas neste mês. A verdade sobre Simonal emerge de uma miríade de depoimentos sensacionais, alguns verdadeiros furos de reportagem, que permitem ao espectador reconstituir com alguma precisão a verdade sobre o cantor. Antes de mergulhar fundo no momento que transformou radicalmente a vida de Simonal, no entanto, o filme se dedica a mapear sua trajetória e mostrar a dimensão de seu sucesso. Wilson Simonal de Castro nasceu em uma favela da zona sul do Rio de Janeiro, filho de uma empregada doméstica que trabalhava em residências em Ipanema e no Leblon. Sua vida começou a mudar quando o adolescente que não havia tido a oportunidade de estudar entrou para as Forças Armadas. Lá, descontraía os colegas recrutas cantando. Foi então descoberto pelo produtor musical Carlos Imperial (1939-1992), o mesmo que lançara Roberto Carlos no início da década de 1960. Em poucos anos, Simonal se transformou em um dos cantores mais populares do Brasil, tendo como único rival justamente o “rei” Roberto Carlos… “… [Por Wilson Simonal acompanhado do Som 3: Cesar C. Mariano, Sabá e Toninho Pinheiro (Gravado na TV Record)]… Veja a matéria completa aqui, veja o vídeo da apresentação aqui, acompanhe o filme pelo Twitter aqui e ouça uma entrevista com Claudio Manoel, um dos diretores do filme, aqui.

Deixe uma resposta

Vale a Pena Ouvir de Novo
Comentários Recentes
  • Gabriel Aguiar { Muito Bom! Parabéns } – 16 jun, 12:42 AM
  • Nerivaldo Nunes { Foi um dos melhores presentes que já recebi de minha mãe quando tinha 8 anos 1979, até meus 32 anos tinha meus disquinho originais e ... } – 23 maio, 11:30 AM
  • Canabis Ativa { Essa Música É A VERSÃO De Sunny ...De Robert Webb...Gravada Originalmente Pelo Cantor Jhonny Rivers..Nos Anos 60. Essa Versão De Léo Jaime E Leandro....É ÉROTICA.MAS..É ... } – 10 abr, 3:55 AM
  • Joao Assis { Nunca vi outro igual para festas natalinas. Musica. Letra. Que coral! } – 30 mar, 10:50 AM
  • Pedra de fel { Muito bom, otimo hino parabens } – 20 mar, 5:18 PM
  • alberto cesar santos { GOSTARIA DE SABER NOME DOS COMPOSITORES DE.... VOU TER UM TROÇO } – 22 fev, 12:17 PM
  • alberto cesar santos { GOS TARIA SABER COMPOSITORES EUS NOMES } – 22 fev, 12:15 PM
  • Renato { Tentei tirar a letra de "ouvido", mas tem partes que não consegui identificar. Se alguém puder corrigir, me avise: CU QUE QUER COÇAR Quando sem ... } – 09 dez, 6:22 PM
  • Izidoro no dos Santos { Tú te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Eu acho que a Casas Pernambucanas tem obrigação moral de nos dar de volta as emoções ... } – 01 dez, 12:07 PM
  • luiz Carlos Telles { Sérgio, muito boa noite, gostaria de reviver outros jingles do anos 60 - Radio Nacional de São Paulo - Rádio Tupí de São Paulo - ... } – 26 out, 8:17 PM
  • José Feliciano de Souza { Sem nenhuma sombra de dúvida esta é a música que mais marcou a minha infância. Nos finais de ano, eu ficava horas seguidas esperando que ... } – 19 out, 8:33 PM