Wilson Simonal – Meu limão, meu limoeiro

Deu na Revista Bravo: “Revista BRAVO! | Maio/2009

O Ídolo Linchado

O filme Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei joga luz sobre um dos episódios mais cruéis da história brasileira. E responde à pergunta: afinal, o cantor era ou não informante da ditadura?

Por André Nigri

No dia 7 de setembro de 1971, o jornal carioca O Pasquim publicou um dos cartuns mais cruéis da história da imprensa brasileira. No desenho, vê-se a mão de um homem com o dedo indicador esticado, apontando para alguém. No texto que acompanha o cartum, lê-se: “Como todos sabem, o dedo de Simonal é hoje muito mais famoso do que sua voz. A propósito: Simonal foi um cantor brasileiro que fez muito sucesso no país ali pelo final da década de 60″. O desenho tem uma pitada de racismo, e o texto, um teor tragicamente profético. Racismo: a mão é negra. Profecia: de 1971 até sua morte, no ano 2000, o cantor Wilson Simonal viveu uma situação ímpar no show business brasileiro. Pelo “crime”, jamais provado, de que teria sido informante da ditadura (daí o dedo do delator desenhado pelo Pasquim), teve o pior castigo que um artista pode sofrer: o ostracismo. As gravadoras, a televisão e as casas de show lhe fecharam as portas. Com a carreira violentamente amputada, Simonal mergulhou na depressão e no alcoolismo. Isso depois de ele ter se consagrado como o maior artista pop de seu tempo, rivalizando com Roberto Carlos. Nos 29 anos em que o cantor sobreviveu à tragédia pessoal e artística, até sua obra foi esquecida. “Eu não existo na história da música popular brasileira”, costumava dizer à segunda mulher, Sandra Cerqueira. O nome Simonal deixou de evocar suas músicas. A menção a ele em rodas de conversa trazia sempre à tona uma pergunta infalível: afinal, ele delatou mesmo?

A melhor resposta já dada a essa questão está no documentário Simonal — Ninguém Sabe o Duro que Dei, dirigido por Claudio Manoel (um dos integrantes do humorístico Casseta & Planeta), Micael Langer e Calvito Leal, que estreia nos cinemas neste mês. A verdade sobre Simonal emerge de uma miríade de depoimentos sensacionais, alguns verdadeiros furos de reportagem, que permitem ao espectador reconstituir com alguma precisão a verdade sobre o cantor. Antes de mergulhar fundo no momento que transformou radicalmente a vida de Simonal, no entanto, o filme se dedica a mapear sua trajetória e mostrar a dimensão de seu sucesso. Wilson Simonal de Castro nasceu em uma favela da zona sul do Rio de Janeiro, filho de uma empregada doméstica que trabalhava em residências em Ipanema e no Leblon. Sua vida começou a mudar quando o adolescente que não havia tido a oportunidade de estudar entrou para as Forças Armadas. Lá, descontraía os colegas recrutas cantando. Foi então descoberto pelo produtor musical Carlos Imperial (1939-1992), o mesmo que lançara Roberto Carlos no início da década de 1960. Em poucos anos, Simonal se transformou em um dos cantores mais populares do Brasil, tendo como único rival justamente o “rei” Roberto Carlos… “… [Por Wilson Simonal acompanhado do Som 3: Cesar C. Mariano, Sabá e Toninho Pinheiro (Gravado na TV Record)]… Veja a matéria completa aqui, veja o vídeo da apresentação aqui, acompanhe o filme pelo Twitter aqui e ouça uma entrevista com Claudio Manoel, um dos diretores do filme, aqui.

Deixe uma resposta

Vale a Pena Ouvir de Novo
Comentários Recentes
  • Juliana { Minhas filhas só dormem ouvindo as historinhas aqui!!! Ontem não funcionou! Adoro ! Voltem logo!! } – 25 set, 7:29 AM
  • Claudia Abreu { Infância cheia de sonhos na zona da mata mineira, cidade de Ponte Nova-MG. Eramos muitos, Claudinho, Marcelo, Renata, Rosilene, Edna, Elaine. Na casa da vovó ... } – 19 ago, 1:36 PM
  • camila { essa é muito classica <3 } – 30 jul, 11:17 PM
  • camila { vou guardar esse site no meu coraçao (e nos favoritos) } – 30 jul, 11:13 PM
  • Playbck midi { Concordo contigo.. acho que as situações e coisas que nos são valiosas são insubstituíveis .. dói; e muito; ouvir varios temas de comercais nos dias de ... } – 12 jul, 12:31 AM
  • Olga Soares de Lima. { Não esperava encontrar...Mag ia é a palavra correta para esta produção. Nunca esqueci este som maravilhoso que me lembra das raras vezes que me alegrei com ... } – 08 jul, 3:53 PM
  • CEGORA { FALEM MUITO,MAS FALEM BASTANTE DO CORINTHIANS,poi s desta forma ele vai continuar sempre vivo na mente de todo o mundo e quem sabe, de tanto falarem ... } – 20 mai, 9:49 AM
  • José Leandro Junqueira Meireles { Belíssimo, para os padrões da época! } – 22 abr, 6:49 PM
  • Kevin Peterson { Uma musica lendaria! fantastica! mt obrigado! q nostalgia! } – 11 mar, 6:09 PM
  • Jairo { Nossa eu ganhe da miavo na decada de 80 im disco de vinil com esta historinha que lindo me emocionei mt } – 10 fev, 2:29 PM
  • Fabio oliveira { Sensacional !! Gosto muito das suas pegadinhas mução ... bem divertido. } – 13 jan, 11:56 PM